Funcionamento do Sistema Solar


 A luz que o Sol envia para a Terra possui energia suficiente para abastecer toda a energia usada pelo planeta em centenas de vezes. Além de ser uma fonte inesgotável, ela é gratuita. 

Normalmente, quando a luz atinge um objeto, a energia se transforma em calor. Mas quando a luz atinge certos materiais, a energia se transforma em uma corrente elétrica.

A tecnologia solar fotovoltáica, através das PLACAS SOLARES, utiliza o silício cristalino, que enriquecido a grau solar, transforma a energia da luz em energia elétrica pela movimentação dos elétrons.

Os elétrons produzidos criam uma corrente contínua (DC) e a partir de um INVERSOR, converte e equaliza a energia elétrica em corrente alternada (AC) utilizada em baixa tensão para o consumo convencional.

O INVERSOR produz exatamente o mesmo tipo de energia que você recebe atualmente da rede elétrica e pode sincronizar a energia solar com a rede elétrica tradicional priorizando o uso solar.

No caso de um sistema cenectado a rede, qualquer excedente de energia não utilizada gerada pelo sistema solar é alimentado de volta a rede elétrica tradicional, gerando créditos e sendo abatido de sua conta.

Componentes Sistema Solar

  • Painéis que coletam luz solar e produzem eletricidade

  • Inversores para transformar a eletricidade gerada de DC para AC

  • Estruturas e armações de suporte para painéis e equipamentos

Sumário dos principais itens da resolução normativa 482 (17 abril 2012) - ANEEL

    • Minigeração distribuída definida como uma central geradora de energia elétrica, com potência instalada superior a 100 kW e menor ou igual a 1 MW.
    • As distribuidoras deverão adequar seus sistemas comerciais e elaborar ou revisar normas técnicas para tratar do acesso de minigeração.
    • Consumo a ser faturado é a diferença entre a energia consumida e a injetada na rede.
    • Energia ativa injetada que não tenham sido compensados na própria unidade consumidora poderão ser utilizados para compensar o consumo de outras unidades cadastradas.
    • Créditos de energia ativa gerada por meio do sistema de compensação de energia elétrica expirarão 36 meses após a data do faturamento.